post_2021_05_11_03

A Marisa (AMAR3) divulgou na noite dessa segunda-feira (10) seus resultados no primeiro trimestre desse ano. A companhia anotou um prejuízo de R$ 53,4 milhões no período, contra um prejuízo de R$ 107,1 milhões apurado um ano antes. A varejista de moda feminina destaca que seu resultado ainda reflete os impactos da pandemia sobre suas vendas.

A receita líquida da Marisa somou R$ 415,434 milhões nos três primeiros meses desse ano, uma queda de 27,3%, em comparação com a receita de R$ 571,775 milhões apurada no primeiro trimestre do ano passado.

Entre janeiro e março, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da varejista de moda feminina somou R$ 66,4 milhões, ante R$ 13,9 milhões no trimestre equivalente em 2020.

Por sua vez, as vendas de varejo caíram de R$ 559 milhões no primeiro trimestre de 2020, para R$ 290 milhões ao final do mês de março desse ano. Ao mesmo tempo, as vendas “mesmas lojas” (SSS, na sigla em inglês) caíram 16%, para – 29,6%

Segundo a empresa, a queda nas vendas foi reflexo do impacto da pandemia de coronavírus (Covid-19) no fluxo em loja durante o trimestre. “A queda de vendas durante os meses foi uniforme entre regiões, tipos de loja e categorias, indicando estar efetivamente relacionada aos impactos da pandemia no fluxo em loja”, explica a varejista em seu balanço.

Em contrapartida, as vendas da plataforma digital cresceram 67,3% durante os três primeiros meses desse ano, representando 16,3% das vendas totais do varejo.

De acordo com a Marisa, “as vendas da plataforma digital foram impulsionadas pelo maior tráfego no e-commerce, assim como pela maior aderência dos clientes ao APP, que alcançou a marca dos 5,5 milhões de downloads e já representou 45% das vendas do canal digital no período”.

Além disso, a participação dos cartões Marisa e Co-Branded nas vendas do trimestre atingiu 40,4%, o que equivale a um avanço de 0,7 ponto percentual em relação aos três primeiros meses do ano passado.

 

Fonte: Suno Notícias

Escrito por:

A Recomenda Ações e seu blog preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o seu conteúdo produzido pela equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O Blog se faz apenas para fins informativo.