Lucro da Pague Menos (PGMN3) encolhe 30,8% no 4T21, a R$ 26 milhões

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on email

O lucro líquido ajustado da Pague Menos (PGMN3) encolheu 30,8% no quarto trimestre de 2021 ante igual período de 2020, para R$ 26 milhões, de acordo com o relatório divulgado pela companhia nesta quarta-feira (9).

Porém, o resultado saltou 83,9% no acumulado do ano, de R$ 96 milhões em 2020 para R$ 176,6 milhões em 2021.

A receita líquida da empresa no trimestre cresceu 6,2%, totalizando R$ 1,9 bilhão. No ano, o montante ficou em R$ 7,5 bilhões, representando um avanço de 9,8% sobre 2020.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado trimestral teve crescimento de 0,7%, a R$ 159 milhões. A margem Ebitda ajustada caiu 0,4 ponto percentual e atingiu 7,7%.

De janeiro a dezembro do ano passado, o Ebitda ajustado totalizou R$ 671 milhões, avanço de 17,2% sobre os R$ 572,4 milhões de 2020.

Seguindo com o seu plano de expansão, a Pague Menos realizou a abertura de 48 novas lojas no quarto trimestre, totalizando 80 novas unidades em 2021. Ao fim do ano, a rede de farmácias somava 1.105 unidades em operação.

De acordo com a companhia, a expansão orgânica e inorgânica (aquisição da Extrafarma), combinada com o ritmo de crescimento de mesmas lojas acima da média de mercado, “posicionam a Pague Menos como um dos principais veículos para capturar o crescimento secular no setor de saúde do país, alavancado pelo rápido envelhecimento populacional”.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Fonte: Money Times

Publicado por:

Erika Santos

Erika Santos