JBS (JBSS3) lucra R$ 6,5 bi no 4T21, alta de 61%; acima da expectativa do mercado

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on email

A JBS (JBSS3) reportou um lucro líquido de R$ 6,47 bilhões no quarto trimestre de 2021, alta de 61% na comparação com o mesmo período de 2020, informou a companhia nesta segunda-feira (21).

O desempenho ficou acima da expectativa média de analistas, que era de R$ 5,8 bilhões, segundo a Refinitiv.

No trimestre e no ano, que cresceu expressivos 345,5%, o lucro teve impulso das operações da JBS USA e de fortes exportações para a China.

O Ebitda ajustado, que mede o resultado operacional, foi de R$ 13,2 bilhões, avanço de 86,9%.

A margem Ebitda subiu 4,3 pontos percentuais, para 13,5%. No acumulado do ano, o Ebitda ajustado atingiu 45,7 bilhões de reais (+54,5%), recorde.

“A demanda continua forte nos Estados Unidos, temos pessoas para operar nossas fábricas… e o frango foi bastante impactado ano passado com a volta do food service”, disse à Reuters o presidente global da JBS, Gilberto Tomazoni.

A JBS USA Beef dobrou o Ebitda de 2021 a 26 bilhões de reais, respondendo por mais da metade do consolidado. O impacto negativos veio do Brasil, com queda de 24,8% no negócio de bovinos e de 8,6% no Ebitda da Seara, divisão de aves e suínos.

A receita líquida cresceu 27,8% e somou R$ 97,2 bilhões. Segundo a empresa, a alta tem destaque nas vendas da Seara, que subiram 34,2%.

“No período, cerca de 76% das vendas globais da JBS foram realizadas nos mercados domésticos em que a Companhia atua e 24%por meio de exportações”, disse a companhia.

Em receita, todas as unidades de negócios tiveram alta anual. A JBS USA Beef se sobressaiu aos responder por 146,6 bilhões de reais, de um total de 350,7 bilhões em 2021.

A dívida líquida foi de R$ 69,3 bilhões, avanço de 49,9%. A alavancagem ficou em 1,52 vezes, ante 1,56 vezes no quarto trimestre do ano anterior. A JBS terminou o quarto trimestre de 2021 com R$ 23,2 bilhões em caixa.

O fluxo de caixa das atividades operacionais foi de R$ 10,3 bilhões, aumento de 50%. Segundo a companhia, a melhora foi puxada pela boa performance operacional.

A despesa financeira da dívida líquida chegou a R$ 1,1 bilhão, crescimento de 29,5%.

“Adicionalmente, a JBS USA possui US$ 2,2 bilhões disponíveis em linhas de crédito rotativas e garantidas, equivalentes R$ 12,2 bilhões ao câmbio de fechamento do trimestre, o que confere à JBS uma disponibilidade total de R$ 35,4 bilhões, três vezes superior à sua dívida de curto prazo”, disse a empresa.

 

Conflito no leste europeu pode atrapalhar a JBS?

Questionado sobre os impactos da guerra entre Rússia e Ucrânia, Tomazoni minimizou efeitos negativos sobre os resultados por interrupção nos embarques para os russos.

“A exportação para a Rússia representa um pequeno volume do total das exportações, e neste momento o fluxo está interrompido”, disse ele. “Não seria algo que poderia afetar os resultados da empresa”, acrescentou.

Sobre o surgimento de uma eventual demanda ao Brasil devido à redução de fluxos de exportação de carne da Ucrânia, ele disse que a diversificação geográfica da JBS a torna mais competitiva.

Quanto ao aumento de custos com grãos, Tomazoni afirmou que o setor já enfrentava alta nas despesas e a estratégia tem sido procurar ser mais eficiente.

 

Veja o documento:

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on google
Share on linkedin
Share on email
Fonte: Reuters

Publicado por:

Erika Santos

Erika Santos