post_2021_04_26_5

Após recusar oferta da Arezzo (ARZZ3), a Cia. Hering (HGTX3) fechou acordo de fusão com o Grupo Soma (SOMA3), empresa do setor de moda. Na prática, o grupo Soma está comprando a Hering, que foi avaliada em R$ 5,2 bilhões. Após o anúncio, por volta das 11h, os papéis da varejista subiam 28,75%, negociados a R$ 29,14.

Os acionistas da Hering vão receber R$ 9,63 em dinheiro por ação, o equivalente a 1,6 bilhão, e 1,62 ação ordinária do grupo Soma.

Em meados deste mês, a Hering comunicou ao mercado que recusou a proposta de fusão da Arezzo. No documento, a varejista havia informado que a proposta não atendia ao melhor interesse dos acionistas e que a combinação de negócios apresentada foi “mal estruturada”. Apesar da recusa, o presidente Fábio Hering disse que estava aberto para outras propostas.

Com isso, como medida de defesa contra uma possível contraproposta da Arezzo, o Grupo Soma estabeleceu um compromisso de exclusividade com alguns acionistas da companhia, além de uma multa de R$ 250 milhões no caso de descumprimento do acordo.

Hering e Soma avaliam potencial de criação de valor

Na análise de ambas as companhias, o potencial de criação de valor será mútuo com troca de melhores práticas.

“O Grupo Soma e a Hering avaliam que a operação será transformacional no que tange a consolidação de uma plataforma de marcas no varejo de moda, ampliando seu mercado endereçável total, conectando diferentes audiências e abrindo um novo espaço e avenida de crescimento dado o portfólio altamente complementar”, informou o fato relevante do grupo.

A G5 Partners e o Banco Santander (SANB11) atuaram como assessores financeiros da companhia, e o BR Partners atuo como assessor financeiro da Hering. Os escritórios de advocacia Mattos Filho Veiga Filho, Marrey Jr. e Queiroga Advogados e Machado, Meyer Sendacz e Opice advogados estão atuando como assessores legais do grupo e da Hering, respectivamente.

O fechamento da operação está sujeito a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

 

Fonte: Suno Notícias

Escrito por:

A Recomenda Ações e seu blog preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o seu conteúdo produzido pela equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O Blog se faz apenas para fins informativo.