O Ministério da Economia divulgou nesta segunda-feira que vê o déficit primário do governo central fechando 2021 em 95,8 bilhões de reais, menor que o rombo de 139,4 bilhões de reais calculado em setembro, em nova melhora da projeção decorrente de uma arrecadação mais forte.

O dado consta em relatório de receitas e despesas e corresponde a 1,1% do PIB, frente a déficit de 1,6% do PIB apontado no relatório anterior.

O novo número foi guiado principalmente por uma perspectiva de maior arrecadação, após a equipe econômica ter elevado em 47,7 bilhões de reais essa conta, a 1,556 trilhão de reais em 2021. Já as despesas estimadas foram elevadas em 4,1 bilhões de reais no ano, a 1,651 trilhão de reais.

 

(Reuters)

Escrito por:

A Recomenda Ações e seu blog preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o seu conteúdo produzido pela equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O Blog se faz apenas para fins informativo.