modelo_morning_call

O BTG Pactual elevou a recomendação da ação do Carrefour Brasil de neutra para compra e o preço-alvo de R$ 24 para R$ 27. Observando os números de vendas no primeiro trimestre divulgados ontem à noite pela companhia, os analistas escreveram que, em meio a “turbulências” no varejo, a varejista mostrou-se “resiliente”.

As vendas brutas consolidadas do Carrefour somaram R$ 18,13 bilhões no primeiro trimestre, alta de 15,1% em relação ao mesmo período de 2020. Em sua divisão de varejo, embora a inflação de alimentos tenha desacelerado em relação ao trimestre imediatamente anterior (17,6% versus 21,1%, ambos no acumulado de doze meses), o Carrefour apresentou crescimento de 8,6% em mesmas lojas, superando as expectativas do banco. A receita do Atacadão registrou alta de 17,5% no total (incluindo lojas da rede Makro, adquiridas ano passado) ou 12,9% em mesmas lojas.

“Em sua plataforma digital, o Carrefour Brasil registrou um GMV [vendas brutas totais] de R$ 741 milhões, um aumento de 35% na base anual, com sua operação de marketplace representando 20% do GMV total e o comércio eletrônico de alimentos crescendo 140% ante mesmo período do ano anterior, para R$ 197 milhões.”

O banco também destacou que a divisão financeira da empresa teve bom desempenho. “Financiamento ao consumidor se recuperando gradualmente após ser atingido pela pandemia em 2020.” O braço financeiro registrou crescimento de 19,9% no faturamento, para R$ 10,8 bilhões, impulsionado pela expansão de 33% na base anual do Cartão Atacadão (representando 34% do faturamento total) e com o faturamento do cartão de crédito do Carrefour crescendo 15%.

“Embora não representem uma grande surpresa para nossas estimativas, os resultados operacionais do primeiro trimestre foram resilientes e corroboram nossa tese de um momento mais seguro para os varejistas de alimentos em meio à pandemia”, escreveram os analistas. Eles ainda avaliam que a fusão com o Grupo BIG deve expandir o alcance do Carrefour Brasil e fechar lacunas de produtividade e margem.

 

Fonte: Valor Investe

Escrito por:

A Recomenda Ações e seu blog preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o seu conteúdo produzido pela equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O Blog se faz apenas para fins informativo.