post_2021_06_07_04

Você sabe qual foi o Fenômeno de 1929?

Quando a primeira guerra mundial chegou ao fim , a Europa estava sem dinheiro , e os Estados Unidos crescia cada vez mais, se tornando a maior economia do mundo.

Nesta época os investimentos eram bem comuns , todas as classes investiam na bolsa de valores, e o dólar virava moeda de referência no mercado mundial.

Quando a Europa se reergueu , os Estados Unidos não diminuiu a sua produção, mesmo sendo menos procurado o que fez ocasionar uma diminuição nos preços, na produção e nos lucros , os comércios ficaram parados e quase a metade da população perdeu o seu emprego.

 

No dia 24 de Outubro de 1929, houve a quebra da bolsa de valores.

As pessoas perderam sua confiança nas empresas , a economia estava um completo caos, tinha muita gente vendendo suas ações e poucas querendo comprar o preço caiu e as ações desvalorizaram em um nível tão grande que perderam completamente o seu valor.

Como os bancos participaram da bolsa , eles também foram à falência e os Estados Unidos entrou em depressão.

Em 1932 Frankilin Delane Roosevelt foi eleito o novo presidente dos Estados Unidos, na esperança de que ele reerguesse a economia americana, propôs pôr em prática o New Deal , que fazia com que o governo passasse a controlar os preços e a produção das indústrias e fazendas.

Assim foi possível controlar a inflação, e evitar que houvesse acúmulos em estoque.

Roosevelt também investiu em obras públicas e na fiscalização e controle das atividades de banco e outras instituições financeiras e econômicas , de modo a dificultar as fraudes e especulações.

E foi este o ocorrido que marcou a história da bolsa.

Espero que gostem, afinal para investir com sabedoria é necessário saber o que aconteceu no passado, entender o presente e se preparar para o futuro!

Bons investimentos e diversifiquem.

Escrito por:

A Recomenda Ações e seu blog preza pela qualidade da informação e atesta a apuração de todo o seu conteúdo produzido pela equipe, ressaltando, no entanto, que não faz qualquer tipo de recomendação de investimento, não se responsabilizando por perdas, danos (diretos, indiretos e incidentais), custos e lucros cessantes.

O Blog se faz apenas para fins informativo.